segunda-feira, setembro 11, 2006

Grito d@s Excluíd@s

Quinta-feira, feriado, 7 de setembro de 2006, dia da independência, às sete da manhã, o despertador toca. Levanto, tomo banho, escovo os dentes, tomo café-da-manhã, ouço minha mãe falando para eu tomar cuidado porque o PCC disse que vai matar gente e para sair de perto de confusões e vou para o ponto de ônibus.
40 minutos depois, chego à Praça da Sé e já ouço gritos e apitos, vejo pessoas com caras pintadas de palhaço entrando e saindo da catedral e penso: - O que me espera hoje?
Encontro meu amigo e vamos para a multidão. Ele tira fotos e eu observo até que nos separamos. Ele vai para o caminhão e eu vou com o pessoal do Partido Humanista.
MST, Educafro, PH, PSOL, PSTU, CUT, MSTC, Conlutas, inúmeras bandeiras levantadas durante uma passeata um tanto quanto longa, da Praça da Sé ao Museu do Ipiranga.
Batuquei, gritei, balancei bandeira, conversei e cheguei exausta aos gramados do museu. Lá peguei assinaturas para a legalização do PH e conversei mais ainda com o pessoal.
Chegando ao museu, vi a carreata do PSDB. Enquanto caminhávamos pelas ruas de São Paulo, ele dirigiam seus carros, buzinavam e soltavam fogos tentando sufocar a voz daqueles que gritavam nos carros de som. O bom foi acompanhar o coro que gritava: - Ladrão, ladrão...
Depois fomos almoçar num lugar próximo ao metrô Ana Rosa e assistir à palestra de Luis Ammann do PH da Argentina. Foi muito divertido. Senti-me parte de um grupo que realmente deseja mudar algo em si mesmo e na sociedade em que se insere.
Mas, por outro lado, notei que a passeata tornou-se um costume e que não traz resultados muito visíveis. Umas das principais propostas, a união, não acontece e assim fica cada vez mais difícil causar mudanças efetivas na sociedade.
De qualquer forma, a luta continua, farei o que estiver ao meu alcance no momento que der e seguirei meus princípios até quando esles me preencherem completamente.
Por Paula (feliz por ter usado 7 de setembro da melhor forma possível)

3 comentários:

Anônimo disse...

viu Paulinha eu entro no seu
bolog!!!!
hehe

bjos
Branco

Daniel disse...

isso é que é 7 de setembro...
por mais que pareça que não traz muito resultado, fazer alguma(descruzar os braços) já faz muita diferença...
tudo começa com o primeiro passo ;)

Bj

carlitos, o visionário disse...

boa, paula, creio que todos nós devemos defender nossos ideais. só assim, juntando os bons lados de cada uma das ideologias, teremos a chance de alcançar algo melhor.

devemos aproveitar nossa liberdade de expressão enquanto ainda podemos. vai saber até quando.